poeta seu zé

Vandei Oliveira, poeta, nordestino, prof. de escola publica, pesquisador de poesia periférica, gay, autor do livro FALO.
Faz provocações políticas e poéticas.

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
Captura de ecrã 2021-11-01 153236
Captura de ecrã 2021-11-01 153208
Captura de ecrã 2021-11-01 153404
Captura de ecrã 2021-11-01 153349
Captura de ecrã 2021-11-01 153311
Captura de ecrã 2021-11-01 153333
Captura de ecrã 2021-11-01 154724.png

Em 2016 lançou seu primeiro livro de poesia “FALO”, além de ter textos publicados nas antologias “Sobrenome Liberdade”, “O que dizem os umbigos”, “Contos de Infância Periférica”, (produções independentes).

FALO
 

FALO antes de ser um livro é uma afirmativa, verbo indicativo, afirmação de quem fala o que pensa, o título vem da poesia de mesmo nome “Falo”, que faz uma crítica a uma sociedade falocêntrica, machista, homofóbica, de valorizações inversas. As poesias contidas no livro trazem uma raiz nordestina (discreta,) mas revisitada por questões mais subjetivas, com influência marginal e uma vivência periférica.

  • YouTube
  • Instagram

O livro “Ser casa, ninho, asa, passarinhos” trás como metáfora a figura do passarinho para provocar nos leitores questionamentos sobre nossas liberdades, conduzindo a um movimento de percepção da busca pelas possíveis formas de ser livre. 
Há a ousadia pretensa de poetizar um tratado poético sobre as liberdades, dividido em quatro capítulos: casa, ninho, asa, passarinhos.