Sinal obtuso de ignorância

26 de maio

A ciência existe para nos permitir ver além do nosso limitado campo de visão. Tudo o que enxergamos está no nosso entorno, no plano físico das coisas macroscópicas. Além disso, só contamos com a captação científica, a orientação das medições testadas e aprovadas, antes de fornecidas ao grande público. Dotados de inteligência, somos formados na direção da confiança nas verdades científicas, pois embora elas possam aqui e ali falhar, são ainda a melhor direção para onde devemos ir.

O tolo não acredita na ciência, porque só crê no que vê. Se os vizinhos dele não estão com covid, ele diz que a pandemia não existe. Se não conhece ninguém que morreu de covid, ele diz que a doença não mata, que as pessoas estão morrendo por outras razões. Se ele teve covid e os sintomas foram leves, ele vai dizer que ela é só uma gripezinha. E então, para explicar que os veículos de comunicação noticiem a informação que ele nega, afirmará que existe uma grande conspiração global de um inimigo interno ou externo, e/ou que tudo é fakenews.

Mas a ciência é implacável! Ela não apenas vê o que não vemos, mas faz prospecções sobre o que ainda não podemos ver. E quando a verdade for notada, meus amigos, acabará por ser cruel com quem não ouviu as orientações científicas. Isso é o que acontece hoje no (com o) Brasil. Estamos sendo engolidos pela nossa própria ignorância. Tornamo-nos uma nação de idiotas, comandados por idiotas rumo ao precipício. Negamos a ciência apenas por limitação intelectual, pondo no lugar dela mitos e crenças que não nos oferecem qualquer garantia.

“Ah, mas a ciência já errou muitas vezes!” Sim, contrapor a ciência é válido e importante. Mas a gente só nega a ciência com a própria ciência (não com mitologias ou mitomanias). Se eu desconfio que uma verdade científica possa ser negada, devo investir em pesquisas que me permitam encontrar o erro científico e a correção para ele, com base nos novos resultados obtidos. Dizer não à ciência porque o pastor falou, ou o astrólogo do presidente falou, é um sinal obtuso de ignorância.

Por essas e outras, tenho repetido um mantra desde 2018: Precisamos devolver o poder aos intelectuais. Precisamos devolver o poder aos intelectuais. Precisamos devolver o poder aos intelectuais...



Marcelo Brandão Mattos

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

“Eu tô com medo. Fazia tempo que eu não tinha esse sentimento. Porque eu sinto que o Brasil nessa eleição corre o risco de perder toda a estabilidade que já foi conquistada.” são palavras de Regina Du

5 de setembro de 2020 OS OLHOS CONDENAM, MAS A LUTA ABSOLVE Quem quiser explicar a um amigo o que é “racismo estrutural” (pense naquele amigo teimoso, que acha que o discurso da luta racial no Brasil

Para, Robinho! Até um atacante veloz tem que saber a hora de parar, ser menos impulsivo com as palavras e, claro, com o corpo. Ouça o que as pessoas têm a dizer, sem antes se achar perseguido. Sabe aq